Meu orientador não me orienta!

Meu orientador não me orienta!

Manter uma boa relação com seu orientador é essencial para o desenvolvimento de um projeto científico, mas não é raro encontrarmos alunos e professores em pé de guerra. Então, para evitar uma relação desgastante, nós separamos 5 dicas que podem tornar muito mais fácil a interação entre você e seu orientador.

1. Orientador não é guru

Orientar um projeto é bem diferente de ensinar uma matéria. O orientador é um conselheiro, ele te ajuda a direcionar seu trabalho, a encontrar erros e a te estimular na busca por novas respostas. Não adianta querer que ele resolva os problemas do seu trabalho, esse não é o papel dele. Mas ele pode te ajudar a pensar em novas soluções. Lembre-se de que sua pesquisa trata de um tema novo, uma abordagem diferente que ainda não existe. Nem sempre há respostas prontas para as perguntas que surgem.

2. Torne-o parte da equipe

Esclareça tudo com seu orientador. Peça a opinião dele. Integre-o ao projeto. Só assim ele poderá te ajudar a se desenvolver melhor. Da mesma forma como um projeto de pesquisa pode ser uma oportunidade de você conhecer uma área e verificar se é isso o que você deseja fazer profissionalmente, aproveite e comece a desenvolver relações profissionais. Assuma responsabilidades sobre seu trabalho, peça orientação ao seu professor e discuta com ele o que você pretende fazer. Clareza e transparência fazem muita diferença na relação aluno-orientador, além de deixar o desenvolvimento mais dinâmico.

3. Lave a roupa suja

Se algo aconteceu e você não gostou, marque uma conversa com seu orientador e explique para ele como você se sente em relação a isso. Muitas vezes ele vai apresentar um ponto de vista que você não tinha percebido sobre o assunto e vocês poderão esclarecer as coisas. Não adianta guardar mágoa. Converse e passe a limpo. Isso pode evitar muitos problemas futuros.

4. Respeito

Assim como você, seu orientador poderia estar fazendo coisas mais divertidas ao invés de corrigir seu relatório ou revisar seu banner. Entenda que ele também está abrindo mão de certas coisas, pois ele acredita no seu potencial. Leve isso em consideração. Seu orientador acredita tanto em você e no seu trabalho que está ao seu lado para somar forças. Vocês fazem parte da mesma equipe de trabalho e ele também merece ser reconhecido.

5. Cuidado com os prazos

Pode parecer besteira, mas ser organizado em relação aos prazos torna tudo mais fácil. Assim como você precisou se programar para realizar as atividades do seu projeto, é importante se preparar para evitar e-mails de última hora pedindo para seu orientador revisar seu projeto com urgência. Assim como você, professores orientadores tem outras ocupações além da pesquisa, e nem sempre podem responder instantaneamente. Sabemos que imprevistos acontecem, mas tente se planejar e pedir as coisas com antecedência para que seu orientador possa se programar, assim como você.

Esperamos que essas dicas simples te ajudem a melhorar sua relação com seu orientador, e que juntos consigam desenvolver o projeto com mais harmonia e companheirismo!